Smart Consulting Brand Icon Smart Consulting Brand Logo
SMART marca presença nas Feiras de Emprego de Norte a Sul

28 março, 2018

OutSystems, a plataforma Low-Code Portuguesa

03 abril, 2018

Smarties

SMART Talent: Jorge, o campeão mundial de pool

O nosso Smartie Jorge Correia começou a jogar pool com 7 anos por causa do avô, e sempre jogou por diversão. Mas em 2015 entrou numa competição que o levou ao mundial em Las Vegas e ganhou.

02 março, 2018
SMART Talent: Jorge, o campeão mundial de pool

Comecei no pool aos 7 anos por causa do meu avô. No verão ia sempre passar férias com os meus avós e a seguir ao almoço era religioso a nossa partida no café local. Sempre gostei muito de jogar, mas jogava apenas por diversão com os amigos.

Há 6 anos a gerência do café onde eu costumava jogar mudou e quiseram levar mais a sério a competição e então formaram um clube com duas equipas com jogadores da casa. Desafiado por um dos donos que me via a ir lá jogar algumas vezes, entrei num torneio pela primeira vez. A prestação foi, obviamente, má. E vi a diferença entre saber jogar e jogar realmente bem: a pensar todas as bolas, todas as colocações, etc.

Motivado por este fiasco, comecei a ser mais assíduo no café e a jogar contra jogadores da casa para poder aprender mais. Fui melhorando e na época seguinte fui convidado a integrar uma das equipas do clube. A época correu bem e conseguimos atingir bons resultados.

No ano seguinte inscrevi-me num torneio no Barreiro. Era composto por duas divisões consoante os rankings e eu obviamente fui para a segunda divisão. Eram 32 jogadores por divisão e os três primeiros de cada divisão ganhavam uma viagem a Las Vegas para participar no Campeonato do Mundo, na vertente individual.

Devido ao treino sempre com adversários muito difíceis e mais experientes, consegui fazer uma excelente prestação na 2ª divisão e fiquei em 1º lugar. Como se não fosse suficiente, no fim do torneio o dono do salão que organizou o torneio (e selecionador) perguntou-me se queria fazer parte da seleção nacional para disputar o Mundial a decorrer também em Las Vegas. Prontamente aceitei. Nunca pensei representar Portugal, quanto mais tão cedo!

Em Maio de 2015 lá fui eu a Las Vegas.

Primeiro foi o torneio individual. Os primeiros dois dias correram muito bem e apurei-me para o quadro final. Em 530 participantes fiquei em 65º. Todos ficaram muito contentes por mim pois fui dos melhores portugueses e mais especial se tornou pois era o único rookie.

Depois veio a prova de equipas, levámos duas equipas de portugueses formadas em Portugal. A nossa, no meio de 332 equipas, classificou-se me 13º. Mais uma excelente prestação.

No último dia de competição, veio a cereja no topo do bolo: as seleções. Começámos com as Bahamas e veio uma vitória fácil. Depois apanhámos a seleção da casa. Um jogo que nos começou a correr muito mal mesmo e já estávamos praticamente eliminados, com os jogadores adversários já a cantar vitória, quando fizemos uma grande remontada e ganhámos no último jogo. Daí para a frente, já moralizados, fomos em frente até ganhar a final.

De seguida, a entrega dos prémios e o convívio com todos os jogadores.

Cantar o hino nacional à frente de mais de 400 pessoas foi das coisas mais emocionantes que fiz na vida! 

 

Por: Jorge
Smartie Suporte Telecomunicações & Campeão de Pool

Newsletter Smart

Queres saber mais sobre a Smart? Subscreve a nossa newsletter!
Novidades, Eventos, Oportunidades e muito mais.